fbpx

4 dicas para checar a saúde mental do funcionário sem parecer intrometido

Em meio à crescente necessidade de acompanhar indicadores de saúde mental, equipes de RH e gestores têm um papel de acompanhamento da saúde mental
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Saúde mental


Com a pandemia, os cuidados com a saúde mental ganharam força nas organizações e na lista de prioridade das pessoas. Transtornos psiquiátricos também têm sido mais relatados em empresas. 

Em meio à crescente necessidade de acompanhar os indicadores de saúde mental, equipes de Recursos Humanos e gestores têm um papel de acompanhamento nos casos de saúde mental, mas também precisam lidar com desafios que envolve se aproximar da vida pessoal dos funcionários

Em um relato no site Fast Compay, o empresário Aytekin Tank conta que se perguntou como abordar uma funcionária que pareceia não estar com níveis bons de saúde mental em uma reunião virtual.

Aytekin Tank dá algumas dicas para líderes que desejam abordar como está o bem estar emocional de alguém.

Mostre sua vulnerabilidade e autocuidado

Como líder, é importante mostrar que também passa por desafios e questões. Esta é visão de Aytekin Tank. Para ele, também é importante ser exemplo no sentido de autocuidado consigo mesmo.

Aytekin Tank defende que líderes sejam exemplo. Em sua empresa, pediu que os funcionários por exemplo, não trabalhem à noite e nos finais de semana.

Não faça perguntas genéricas

Em um contexto profissional, fomos treinados para responder “como vai você?” com um robótico, “tudo bem, obrigado.” A maioria das pessoas geralmente responde dessa forma, não importa como realmente nos sintamos.

Aytekin Tank cita as dicas da palestrante e coach de comunicação Deborah Grayson Riegel para fazer perguntas melhores. É válido repeti-la e utilizar palavras como “realmente” e de “verdade”. Uma abordagem que pode funcionar é também questionar:

“Você me diria se e quando não estiver bem? Porque estou disponível para conversar”.

Pratique a escuta ativa

Na hora de ouvir as questões do subordinado, é importante praticar a chamada escuta ativa. Isso significa prestar realmente atenção no que as pessoas falam.

O mais importante é estar realmente focado na outra pessoa. Ouvir o que a pessoa diz, prestar atenção no tom de voz e observar sua linguagem corporal e gestos. Também é importante conter a vontade de falar. Em seguida, refletir sobre o que você ouviu.

Estimule objetivos saudáveis

Até mesmo se a saúde mental geral do seu time está bem, há sempre espaço para se sentir melhor. No artigo assinado na Fast Company, Aytekin Tank lembra que muitas pessoas têm objetivos de carreira, mas poucos de cunho de bem estar.

Alguns válidos são: dormir melhor, comer mais vegetais ou lidar com alguma questão financeira. Para os gestores, vale estimular isso.



Fonte: Exame

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Participe da conversa...

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Você é nossa prioridade.
Sempre!

Acreditamos que todos devem ser capazes de tomar decisões financeiras com confiança. Embora nosso site não apresente todas as empresas ou produtos financeiros disponíveis no mercado, estamos orgulhosos de que a orientação que oferecemos, as informações que fornecemos e as ferramentas que criamos sejam objetivas, independentes, simples – e gratuitas.

Então, como ganhamos dinheiro? Nossos parceiros nos recompensam. Isso pode influenciar os produtos sobre os quais analisamos e escrevemos (e onde esses produtos aparecem no site), mas de forma alguma afeta nossas recomendações ou conselhos, que são baseados em milhares de horas de pesquisa. Nossos parceiros não podem nos pagar para garantir análises favoráveis de seus produtos ou serviços. Aqui está uma lista de nossos parceiros.