fbpx

Como ser bom motorista e evitar gastos com o carro

Você sabia que ser um bom motorista ajuda cortar gastos com o carro? Veja aqui como é possível evitar despesas com seu veículo, apenas por dirigir bem!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Como ser bom motorista e evitar gastos com o carro


Um bom motorista, além de dirigir de uma forma segura, contribui para o bom uso do carro, resultando em economia. Além de evitar colisões, dirigir de forma consciente pode evitar gastos desnecessários com reparos mecânicos do veículo.

O ato de dirigir acaba se tornando automático para nós com o passar do tempo, fazendo com que nossa atenção reduza durante o trajeto. Isso reduz consideravelmente a segurança na forma como dirigimos, além de causar “vícios” que podem fazer com que o carro gaste mais ou tenha problemas mecânicos.

Então, existem hábitos que podemos adotar que fazem com que nossa direção seja mais consciente, tanto em questão de segurança, quanto em conservação e economia com o carro, evitando gastos desnecessários.

O que considerar ao dirigir para evitar gastos com o carro?

Ao dirigir, você pode considerar muitos pontos que vão te ajudar a economizar, reduzindo ou prevenindo gastos com o carro. Confira alguns deles!

1. Contratar o seguro auto

Antes de qualquer coisa, contrate o seguro auto. O seguro te oferece cobertura e assistência em casos de roubo, furtos, danos elétricos e mecânicos, além de reparos e reembolso em caso de colisão e perda total do veículo.

Além disso conta com serviços de chaveiro, borracheiro, guincho e carro reserva. Ao escolher uma das melhores seguradoras de seguro auto, você também conta com assistência e cobertura para
terceiros, em caso de colisão e acidentes.

Existem diversas opções de seguro auto com níveis diferentes de cobertura, com pagamento facilitado, apólices personalizadas para atender as necessidades de cada condutor, além de serviços extras que podem fazer a diferença.

2. Conhecer seu carro

Sempre estar atento a níveis de água e de óleo, calibragem dos pneus além de outros detalhes e níveis que podem indicar problemas mecânicos. Sempre manter o carro com os níveis corretos pode
evitar problemas mecânicos e elétricos.

Além disso, rodar com o carro com o tanque quase vazio, na reserva, pode provocar danos na bomba de gasolina. Quando o tanque está cheio, a bomba fica imersa no combustível, mantendo a
temperatura que favorece o funcionamento correto da bomba. Para evitar que esse hábito cause danos, abasteça logo quando o indicador alertar que o tanque está entrando em sua reserva.

3. Não apoiar o pé na embreagem ou descer em ponto morto

Dirigir com o pé na embreagem sem necessidade pode fazer com que ela seja ativada, mesmo com um toque leve, trazendo um inevitável desgaste.

Alguns motoristas têm o hábito de desengatar a marcha para dirigir em descidas, mas é uma tática perigosa. A crença é que esse hábito economiza combustível, mas é provável que gaste ainda mais, pois a injeção eletrônica pode entender que o carro esteja andando em marcha lenta, consumindo mais combustível.

Nos carros automáticos, além de gastar mais combustível, dirigir em ponto morto pode danificar o câmbio, por ficar sem lubrificação.

4. Evite multas

Um bom motorista obedece às leis de trânsito. Entre as multas mais comuns, está a de excesso de velocidade. Com a correria do dia a dia, chegar logo ao destino é muito importante. Porém, alta velocidade, além do gasto com multa, faz aumentar o risco de se envolver em um acidente.

Estes são casos que geram gastos, bem como riscos para a vida humana. Portanto, seguir as leis de trânsito é fundamental para evitar perdas financeiras e dores de cabeça, além de prevenir a vida.

5. Ao passar em lombadas, não passe com os pneus de lado

Ao passar em lombadas ou valetas, o correto é reduzir a velocidade, reduzir a marcha e passar com as duas rodas frontais ao mesmo tempo pelo obstáculo. Ao girar o volante para passar “de lado” nos obstáculos, pode parecer que causa uma passagem mais suave, porém sobrecarrega a suspensão do carro por passar cada lado de uma vez.

Além disso, a prática pode afetar o rolamento e os amortecedores do veículo, tanto para carros quanto em motos.

6. Em subidas, não acelere para “segurar” o carro

Acelerar o carro para manter sua posição em uma via inclinada (aclive) causa força desnecessária no motor. Nessa situação, caso haja medo de o carro “descer” ao sair novamente, use o freio de mão para deixá-lo parado.

Forçar o motor sem necessidade pode causar problemas mecânicos, que geralmente envolvem um custo alto por se tratar do motor.

7. Dirija como um especialista

Não importa a condição, se sob neblina densa, tempestades, sol forte ou outras, mesmo motoristas experientes correm o risco de ser jogados para fora da estrada. Para evitar problemas, veja como dirigir sob essas condições antes de sair de casa.

Estar sempre preparado para diferentes situações ao volante é essencial para não ter problemas com o veículo. Além de evitar gastos com diversas situações decorrentes, você também irá chegar ao destino com tranquilidade e segurança.

Além dessas dicas, não deixe de fazer a revisão periódica em seu veículo, não dirija cansado e reduza o excesso de confiança em si, estando ao volante.

Por: Andreia Silveira, editora no site Smartia.com.br.



Fonte: Blog Organizze

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Participe da conversa...

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Você é nossa prioridade.
Sempre!

Acreditamos que todos devem ser capazes de tomar decisões financeiras com confiança. Embora nosso site não apresente todas as empresas ou produtos financeiros disponíveis no mercado, estamos orgulhosos de que a orientação que oferecemos, as informações que fornecemos e as ferramentas que criamos sejam objetivas, independentes, simples – e gratuitas.

Então, como ganhamos dinheiro? Nossos parceiros nos recompensam. Isso pode influenciar os produtos sobre os quais analisamos e escrevemos (e onde esses produtos aparecem no site), mas de forma alguma afeta nossas recomendações ou conselhos, que são baseados em milhares de horas de pesquisa. Nossos parceiros não podem nos pagar para garantir análises favoráveis de seus produtos ou serviços. Aqui está uma lista de nossos parceiros.