fbpx

Finanças pessoais: Veja dicas que vão te ajudar a sair do vermelho

Listamos algumas dicas básicas sobre finanças pessoais muito importantes para te ajudar a sair do vermelho. Confira!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Finanças pessoais: Veja dicas que vão te ajudar a sair do vermelho


Grande número de brasileiros está passando por dificuldades financeiras, principalmente devido à redução de sua renda durante a pandemia da covid-19.

Isso tem influenciado diretamente nos índices de inadimplência e, se você está nessa situação e quer sair das dívidas, saiba que é possível melhorar sua condição com um bom planejamento.

Para te ajudar, listamos algumas dicas básicas mas que são muito importantes para solucionar sua situação e te ajudar a sair do vermelho.

Mas essas dicas devem ser realizadas diariamente, para que logo se transformem em práticas rotineiras, por isso, tenha força de vontade e mão à obra! 

1. Anote: tenha o costume de registrar tudo, isso irá te ajudar a ter controle de suas finanças, além de saber exatamente o que ganha e o que gasta.

Se você acha difícil anotar tudo, tenha a tecnologia à seu favor e utilize um aplicativo que faz todo o controle financeiro pessoal, assim, seus gastos serão registrados diariamente sem qualquer problema: tudo será feito através do celular.

Esse aplicativos costumam disponibilizar várias funcionalidades para o seu controle como registro dos seus cartões de crédito, gráficos e relatórios sobre seus gastos, além de recursos para que você possa estabelecer seus objetivos e metas, seja para a semana, mês ou ano. 

2. Pague as dívidas: feito o planejamento e sabendo tudo que você precisa pagar, é hora de quitar as dívidas que possuem altos juros ou, pelo menos, tentar um acordo de parcelamento.

Por isso, entre em contato com o credor e faça uma renegociação dos valores, escolhendo a melhor forma de pagamento sem pesar no bolso e principalmente, aquela que tenha menor taxa de juros.

Fazendo isso, seu nome será retirado das listas de inadimplentes se estiver negativado e você terá seu poder de compra novamente, mas atenção: evite fazer novas dívidas. 

3. Abra mão do consumo: mesmo que possa parecer difícil, neste momento de organização seu objetivo é resolver suas finanças e não trocar dívidas.

Por isso, é necessário fazer alguns sacrifícios e deixar de comprar coisas que não são tão essenciais ou urgentes, pois, assim você acaba gastando em excesso e, muitas vezes, sem nenhuma necessidade.

Por isso, comece a avaliar os serviços que você está pagando e se realmente precisa deles. 

4. Desapegue: muitos itens ficam acumulados em nossas casas esperando uma oportunidade de serem utilizados novamente, então essa pode ser a chance de ganhar um dinheiro extra.

Pode ainda ser um produto ou roupa em perfeito estado que você nunca usou.

Então, verifique as condições de todos e anuncie, pode ser através das redes sociais, aplicativos de vendas ou até mesmo um brechó virtual ou presencial. 

5. À vista: evite ficar parcelando compras e pague à vista sempre que puder.

Os parcelamentos podem contribuir para o endividamento, pois, te dá uma falsa sensação que está fazendo um bom negócio e gastando menos dinheiro.

Isso fará com que você repense seus gastos e utilize apenas o valor que tem na carteira e, assim, não compromete os recursos dos próximos meses que podem ser investidos em outras situações, como um passeio para a família, por exemplo. 

6. Reserva de emergência: depois de conseguir controlar todas as finanças é hora de investir e, fazer uma reserva financeira é uma boa ideia.

Então, separe todo mês uma quantia para criar um fundo de emergência.

Essa reserva evita que você tenha que recorrer a empréstimos em uma possível situação de emergência. 

Aplicativos que podem te ajudar

  • Mobills: funciona de uma maneira simples, funcional e intuitiva. O app faz o armazenamento completo, dividido por categorias, de todas as despesas e receitas;
  • Guiabolso: mensalmente é feito um relatório sobre as principais informações sobre finanças e todos os registros são feitos de forma simples e prática; 
  • Minhas Economias: auxilia a manter o orçamento em dia e o usuário também consegue traçar seu planejamento financeiro para o seu futuro;

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.

Por Samara Arruda



Fonte: Jornal Contábil

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Participe da conversa...

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Você é nossa prioridade.
Sempre!

Acreditamos que todos devem ser capazes de tomar decisões financeiras com confiança. Embora nosso site não apresente todas as empresas ou produtos financeiros disponíveis no mercado, estamos orgulhosos de que a orientação que oferecemos, as informações que fornecemos e as ferramentas que criamos sejam objetivas, independentes, simples – e gratuitas.

Então, como ganhamos dinheiro? Nossos parceiros nos recompensam. Isso pode influenciar os produtos sobre os quais analisamos e escrevemos (e onde esses produtos aparecem no site), mas de forma alguma afeta nossas recomendações ou conselhos, que são baseados em milhares de horas de pesquisa. Nossos parceiros não podem nos pagar para garantir análises favoráveis de seus produtos ou serviços. Aqui está uma lista de nossos parceiros.