fbpx

Fintech Open Co recebe aporte de R$ 150 milhões liderado pela IFC e Goldman Sachs

Fundada em 2021 a partir da fusão de Geru e Rebel, duas das principais fintechs de crédito do Brasil, a Open Co tem como missão levar crédito
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Open Co


Fundada em 2021 a partir da fusão de Geru e Rebel, duas das principais fintechs de crédito do Brasil, a Open Co tem como missão levar crédito justo para mais pessoas, acirrando a competição em um mercado ainda dominado pelos bancos tradicionais. A fintech acaba de receber um aporte de R$ 150 milhões liderado pela IFC e Goldman Sachs. Também participaram da rodada: Raiz Investimentos, além da Monashees, LTS, Chromo e Sampa, que já tinham participado de aportes anteriores. 

“O aporte será utilizado como combustível para darmos continuidade ao nosso trabalho e vai nos dar a oportunidade de investir ainda mais em tecnologia e novos produtos”, diz Rafael Pereira, cofundador da Open Co. 

A IFC tem como objetivo identificar e investir em oportunidades de fintechs que possam ampliar o acesso ao financiamento e promover a inclusão financeira no País – missão compartilhada da Open Co.

“A estratégia da IFC para o setor financeiro na América Latina e no Caribe inclui apoiar a inclusão financeira, alavancando tecnologias digitais e modelos de negócios inovadores, como o da Open Co. Players que estão na liderança desse setor podem desempenhar um papel importante em melhorar o acesso aos serviços financeiros no Brasil”, diz Carlos Leiria Pinto, gerente geral da IFC no Brasil.  “O investimento da IFC irá ajudar a empresa a expandir suas atividades, permitindo uma precificação melhor do crédito, por meio de uma análise do risco mais eficiente. Isso irá promover uma competitividade maior no mercado de crédito sem garantias, que é um dos mais caros no Brasil”, acrescenta.  

Até o início deste ano, a fintech já originou mais de R$ 1,5 bilhão em empréstimos e a previsão é de originar mais R$ 1 bilhão em 2021. “Queremos garantir que todos os brasileiros tenham acesso a crédito, oferecendo um serviço excelente e atendendo às diferentes situações em que um cliente usa crédito “, diz Sandro Reiss, cofundador da Open Co. “Permanecemos otimistas com o potencial do mercado de fintechs no Brasil e estamos felizes em fazer parte da história da Open Co”, acrescenta Brian Levin, membro da área de Investimentos Estruturados da Goldman Sachs.  “Temos um modelo de negócio que é sólido e sustentável a longo prazo e estamos entusiasmados por ter o IFC e a Goldman Sachs como investidores”, completa Reiss. 


Quer acompanhar de perto todos os investimentos no ecossistema de startups? Siga as redes sociais Startupi e acesse nosso ranking de investimentos do mês.



Fonte: Startupi

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Participe da conversa...

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Você é nossa prioridade.
Sempre!

Acreditamos que todos devem ser capazes de tomar decisões financeiras com confiança. Embora nosso site não apresente todas as empresas ou produtos financeiros disponíveis no mercado, estamos orgulhosos de que a orientação que oferecemos, as informações que fornecemos e as ferramentas que criamos sejam objetivas, independentes, simples – e gratuitas.

Então, como ganhamos dinheiro? Nossos parceiros nos recompensam. Isso pode influenciar os produtos sobre os quais analisamos e escrevemos (e onde esses produtos aparecem no site), mas de forma alguma afeta nossas recomendações ou conselhos, que são baseados em milhares de horas de pesquisa. Nossos parceiros não podem nos pagar para garantir análises favoráveis de seus produtos ou serviços. Aqui está uma lista de nossos parceiros.